Kakay diz que Demóstenes quer voltar ao MP

Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, advogado de Demóstenes Torres, disse que o ex-senador quer voltar à Procuradoria da República de Goiás, onde é procurador licenciado. Segundo Kakay, Demóstenes tem condições legais de reassumir a sua função no Ministério Público. As informações são do portal R7.

Demóstenes Torres foi cassado no Senado na tarde desta quarta-feira (11), por 56 votos a 19 (e cinco abstenções), por quebra de decoro parlamentar. A cassação deixa o parlamentar inelegível até 2027.

O ex-senador foi acusado de ter atuado em favor do bicheiro Carlinhos Cachoeira no Congresso Nacional e de participar de um suposto esquema de exploração de jogos ilegais, que seria comandado pelo contraventor no Distrito Federal e em Goiás.

Segundo Kakay, por sua condição de procurador, Demóstenes continua com foro privilegiado. O processo corre agora no Tribunal de Justiça, mas Kakay confirma que a reclamação feita pela defesa ao Supremo Tribunal Federal, por usurpação da competência da corte, segue no STF.

Kakay afirmou que, a partir de agora, a defesa de Demóstenes ficou fácil, porque o ex-senador será julgado distante da esfera política, o que, na visão do advogado, elimina eventuais interesses que não os jurídicos. Demóstenes entrou no Ministério Público em 1983.

Revista Consultor Jurídico, 11 de julho de 2012