Operação Cartola: MP denuncia 38 à 4ª Câmara Criminal

A Procuradoria de Prefeitos encaminhou nesta sexta-feira, 6, à 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado, três denúncias por formação de quadrilha, peculato e dispensa ilegal de licitação contra os prefeitos de Alvorada, João Carlos Brum, de Canela, Constantino Orsolin, e de Parobé, Gilda Maria Kirsh.

Também foram denunciados o vice-prefeito de Alvorada, Giovani Garcia dos Santos, os ex-secretários da Saúde, Educação e Fazenda e, ainda, os sócios da Planning Propaganda e Marketing (PPG), Adyr Barbosa Nogueira e Jorge Luiz Thomaz de Souza, considerados os mentores intelectuais das fraudes. Outras 29 pessoas, entre servidores públicos e empresários, também foram denunciados. Nas denúncias, o MP solicita, ainda, o afastamento de João Carlos Brum do cargo.

As iniciais são referentes a Operação Cartola desencadeada em julho do ano passado pelo MP estadual, em parceria com Polícia Civil, Tribunal de Contas e MP de Contas, e são assinadas pela coordenadora da Procuradoria de Prefeitos, procuradora de Justiça Eva Margarida Brinques de Carvalho, e pelos promotores-assessores Diane Cristina Manente Tagliari e Luiz Eduardo Ribeiro de Menezes. O trabalho de investigação teve início em setembro de 2010 para apurar fraudes em licitações.

Para ouvir entrevista do promotor Luiz Eduardo Menezes, clique aqui.