Juíza federal Salise Sanchotene é homenageada com Diploma de Mérito do Coaf

A juíza federal Salise Monteiro Sanchotene, da 11ª Vara Federal de Porto Alegre (RS), recebeu, nesta quarta-feira (9/4), o Diploma de Mérito Coaf, concedido pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). A cerimônia aconteceu no auditório do Ministério das Cidades, em Brasília.

A homenagem é concedida em reconhecimento ao seu trabalho na área de combate à lavagem de dinheiro ao longo dos dez últimos anos. A juíza é representante do Conselho da Justiça Federal (CJF), no Gabinete de Gestão Integrada da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), que reúne diversas entidades públicas, sob a coordenação do Ministério da Justiça.

Especializada em matéria de crimes financeiros, Salise teve participação fundamental na definição das posições e nos votos do presidente do tribunal, Joaquim Barbosa, na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Ela fez parte do discreto grupo de juízes de primeira instância que foram convocados para auxiliar os ministros do Supremo Tribunal Federal no mensalão. A juíza ficou à disposição de Joaquim Barbosa e o ajudou na análise das provas da fase de instrução e a preparar os votos que foram apresentados no julgamento.

Mérito Coaf
Nesta edição, 11 autoridades públicas e uma instituição foram agraciadas. O Diploma de Mérito foi instituído em 16 de fevereiro de 2011 pelo Coaf para homenagear personalidades ou instituições nacionais e estrangeiras, que se destacaram nos trabalhos ou estudos que beneficiaram ou apoiaram o Coaf no desempenho de suas atividades.

Os critérios para a concessão do Diploma de Mérito Coaf são relevantes serviços, trabalhos ou estudos na prevenção e combate à lavagem de dinheiro ou ao financiamento do terrorismo; que tenham beneficiado ou apoiado o Coaf no desempenho de suas atividades; e prática de ato, contribuição para fato ou exercício de função que justifiquem a prestação de homenagem especial por parte do Coaf. Com informações da Assessoria de Imprensa do Conselho da Justiça Federal.